Ligue agora e peça seu orçamento: (41) 9 9819-5181

Boneca do Iguaçu: qual a sua importância para a história de Curitiba e região

Presente na divisa entre Curitiba e São José dos Pinhais, o restaurante dançante Boneca do Iguaçu foi um importante espaço para a música paranaense entre os anos de 1951 e 1964.


https://goo.gl/4QD2DD – mesma imagem da matéria da Gazeta do Povo

Para quem viveu o auge dos “anos dourados” paranaenses, com certeza se lembra de um restaurante dançante que ficava onde hoje está o Portal de São José dos Pinhais. Sim, estamos falando do Boneca do Iguaçu, restaurante dançante que fez história da década de 50 até meados da década de 60.

Frequentado por Aníbal Khury e Moysés Lupion (grandes políticos da época), o local foi muito importante para Curitiba e região, pois herdou boa parte da música e também da freguesia do Cassino do Ahú, que foi fechado, na época, por conta de um decreto. Nomes como Orlando Silva e Emilinha Borba chegaram a subir ao palco do icônico restaurante, criado por um casal de alemães que vieram fugidos da Segunda Guerra Mundial para cá: Harry e Eva Feeken.

Apesar de ser uma referência na área musical, o Boneca do Iguaçu também se destacava pelo sorvete, pelo pastel, o pudim caramelado, o bife a cavalo… e tudo comandado por Eva e Harry – ela, responsável pela cozinha, enquanto ele, pelo sonho de trazer grandes nomes até São José dos Pinhais. Tudo estava indo muito bem, mas ainda faltava a eles um filho – ou, para ser mais certeiro, uma filha.

Mas o que tudo isso tem a ver com a nossa empresa?

Se você pensa que uma coisa não tem ligação alguma com a outra, está equivocado, pois a verdadeira Boneca do Iguaçu é a idealizadora do Mordomias Mil!

Marli Feeken nasceu em 1952, 17 anos após seus pais esperarem por uma criança. Na fachada da casa em que o casal morava, estampava-se “Boneca do Iguaçu”, referência ao desejo que tinham em ter um filho – e é exatamente por isso que o restaurante passou a ter esse nome tão conhecido.

Quer saber mais sobre a legítima Boneca do Iguaçu? Então entre em contato conosco e fique por dentro da história de Marli e do Mordomias Mil!

Fonte: